Tendinopatia Calcárea

Tendinite calcárea é uma doença que é caracterizada pela calcificação que acomete os tendões que movimentam o ombro conhecido com manguito rotador.

Há várias teorias para justificar a presença destas calcificações, a mais aceita é a de que há degeneração do tendão ( tendinose), provocada pela falta de circulação, e nestes locais ocorrem os depósitos de cálcio. Não há evidências de relação com alimentação.

Após o processo de formação, em determinado momento sem motivo aparente ocorre o processo de absorção e resolução do quadro ( algumas vezes restam alguns depósitos que não são inteiramente absorvidos).

O principal sintoma é dor, que pode ser aguda ou crônica. A dor aguda ocorre por irritação química da bursa quando a calcificação começa a ser absorvida. A dor crônica está relacionada ao processo degenerativo em si associado  à calcificação propriamente dita.

O diagnóstico pode ser feito por exames de raio-x e ultrassom. O tratamento deste quadro é na sua grande maioria conservador. Podem ser prescritos analgésicos ou realizados bloqueios do nervo supraescapular durante a fase de crise de dor.Casos de dor crônica são tratados com fisioterapia para atividades de fortalecimento muscular e analgesia. Ondas de choque também podem ser uma alternativa de tratamento.

Nos quadros em que a calcificação esta sendo absorvida pelo próprio corpo e adota um aspecto de ‘pasta de dente”, pode ser indicada a aspiração com agulha fina guiada por ultrassom realizado por radiologista habituado com este procedimento. O tratamento por cirurgia é raro.