Sindrome do Impacto

Síndrome do impacto é o nome dado à doença provocada pelo atrito entre os tendões do manguito rotador, que movimentam o ombro, e o acrômio (porção óssea da escápula).

Muitas pessoas conhecem o termo bursite. A bursite nada mais é do que a inflamação da bursa, estrutura que protege estes tendões ( a bursa não está presente apenas no ombro mas sim em diversas articulações sempre na função de proteção).

Este contato entre os tendões e o osso no ombro pode ocorrer por vários motivos mas principalmente pelo desequilíbrio muscular provocado por atividades de repetição, como por exemplo esportes ou trabalhos com esforço, e por atividades de postura incorreta por exemplo uma ergonomia inadequada no trabalho.

Há estudos que indicam que o formato do osso acromial popularmente conhecido como esporão também possa ter um papel no impacto, ou seja, quanto mais curvo o acrômio , maior o esporão e maior a chance de pinçamento da bursa e dos tendões.

Exames como raio-x , ultrassom e ressonância magnética aliados sempre a uma avaliação do médico no consultório auxiliam o diagnóstico deste quadro. O tratamento é realizado através de algumas mudanças de hábitos e posturas incorretas e do reequilíbrio muscular com auxilio valioso de um fisioterapeuta/terapeuta ocupacional e por um profissional educador físico.

A postura correta para quem permanece o dia inteiro sentado em frente ao computador:cadeira com apoio para cotovelos, braços ao longo do corpo e mesa na altura de antebraços com cotovelos fletidos em 90 graus e tela de computador ao nível dos olhos.

Na academia ou exercícios funcionais não realizar atividades com membros superiores com elevação acima dos ombros. Medicamentos e infiltrações podem ser utilizados no tratamento. A cirurgia ocorre no casos de falha do tratamento conservador.